Saturday, December 12, 2009

 

Entendimento sobre leituras do texto da unidade 3 e no texto de Harlan Lane, retirado do livro “A Máscara da Benevolência: a comunidade surda amordaça

Fonte: bancodeimagens.procempa.com.br/imgs_m/47d5804...








Com base nas leituras do texto da unidade 3 e no texto de Harlan Lane, retirado do livro “A Máscara da Benevolência: a comunidade surda amordaçada”
entendi que a educação-surda não está estagnada, pois há uma evolução dos modelos educacionais de educação de surdos.
Quanto ao processo que parte do oralismo e segue rumo à inclusão foram feitas muitas redefinições e avanços, mas ainda são necessárias as melhorias.
Uma questão que me fez refletir foi que, mesmo com a inclusão nas escolas, poucos são os professores surdos.
Tenho a sensação de que estas escolas estão simplesmente cumprindo a lei, pois dão espaço ao aluno surdo porque está previsto em lei, mas não porque acreditam que é necessária a presença da comunidade surda nestas instituições e deixam os professores surdos para um segundo plano.
Os alunos concluem os estudos nestas escolas inclusivas sem conseguir redigir um bilhete de forma compreensível.
Estas instituições tentam suprir a falta de professores surdos em sala de aula, por professores ouvintes praticantes da LIBRAS, sem dominar a língua. E com isto gera uma interferência na qualidade da aprendizagem dos alunos surdos. Ficando comprometida a comunicação entre professor/aluno.
A inclusão é importantíssima, mas de uma forma adequada e não como vem ocorrendo. Baseada nas leituras o correto seria que a criança surda fosse alfabetizada em LIBRAS que é a sua primeira língua, para posteriormente freqüentar uma escola inclusiva que tivesse um intérprete devidamente capacitado e que pudesse orientá-la a compreender o contexto educacional ao qual estaria inserida.



Labels:


Comments: Post a Comment



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?